O SAPO

Havia um pântano com muitos sapos. Perto dali havia também uma montanha muito alta, e os sapos queriam subir nela.
Mas os comentários entre os sapos eram sempre os mesmos:

- Não adianta tentar,

- Não vamos conseguir,

- Vamos escorregar,

- É muito alta,

- Nós sabemos nadar e pular.

Uns tentavam subir, mas escorregavam e caíam, outros iam até a metade e despencavam; outros nem sequer tentavam.

Quando um ia tentar subir, os outros ficavam lá embaixo dizendo:

- Não adianta você não vai conseguir,

- Vai cair...

E não demorava muito o sapo caía.
De repente todos os sapos ficaram espantados, quando viram que um sapo estava quase chuegando no topo da montanha.
Para espanto geral ele conseguiu chegar até o topo da montanha, surpreendendo a todos os sapos.
Foram então falar com o sapo para saber como ele conseguiu subir.

" Só então constataram que ele era surdo!"